Roo Panes


Navegando entre o folk clássico e o contemporâneo, Panes é conhecido por suas letras introspectivas com melodias marcantes, dessas que grudam na cabeça, a maior parte composta e dedilhada em seu violão de doze cordas. Segundo a revista Vogue americana, suas músicas “suaves e emotivas são a trilha perfeita para noites de verão”. Os mais de 200 milhões (!) de plays em plataformas de streaming e seus mais de 20 milhões de views no Youtube que o digam. Mérito de “Tiger Striped Sky”, canção de seu primeiro disco Little Giant (2014), que conseguiu, sozinha, seus 100 milhões de streams. Paperweights, de 2016, também contribuiu trazendo o hit “Lullaby Love”, que voltou a tocar nas rádios por aqui depois de entrar na novela global. Quiet Man, de 2018, foi lançado após uma temporada do cantor no interior da Inglaterra: é um álbum meditativo, confessional, simples e delicado, rendendo comparações com Sufjan Stevens, Bon Iver e Ben Howard. Neste ano, Panes lançou uma versão deluxe do disco, com 22 faixas.