Fotos da Edição
 


 
 

Popload
Gig #31

Mais que veterana, pode-se dizer que o YO LA TENGO, grupo liderado por Ira Kaplan, é uma espécie de pioneira do indie (quando o indie era indie mesmo). Guitarrista, pianista e vocalista, Ira montou a banda com sua então namorada, e hoje esposa, Georgia Hubley (bateria, teclado e vocal), em 1984. Desde 1992 o baixista James McNew compõe o trio, que já tem 13 discos lançados. O último deles, "Fade", saiu no ano passado, foi bastante elogiado e é uma ótima volta da trupe à velha forma. O disco foi editado pela Matador Records, parceria essa que já dura dez anos.

Em suas três décadas na ativa, seus integrantes se desdobraram em projetos paralelos, lançamentos de singles e EPs e projetos especiais que incluem desde trilhas sonoras para documentários a colaborações com diversos artistas. Suas covers, executadas ao vivo ou gravadas em estúdio, são tão conhecidas quanto seus trabalhos autorais. Cat Stevens e Daniel Johnston estão entre os nomes cujas canções receberam versões históricas do Yo La Tengo, em um disco de 1990 chamado "Fakebook", quarto lançamento da banda que incluía 11 covers e cinco inéditas. O álbum também ficou conhecido por marcar uma mudança na direção musical do trio, que nunca teve um estilo totalmente definido (punk rock? shoegazing? rock instrumental?) mas que passou a ter um lado "folk" até então não muito explorado.

O disco "I Can Hear the Heart Beating as One", de 1997, entrou nas graças do público indie e é até hoje o mais citado da carreira do YLT, entrando na lista de "100 melhores discos dos anos 90" da revista Rolling Stone. Imperdível: um clássico do clássico do indie em show único em São Paulo!

YO LA TENGO se apresenta dentro do Popload Gig no dia 03 de junho, no Cine Joia.