Lorde


Tem que ter fôlego para acompanhar as conquistas da cantora LORDE nos últimos anos. Compositora aos 12, primeiro contrato com gravadora e EP lançado aos 16, primeiro hit mundial aos 17 (“Royals”, tornando-se a mais jovem artista solo a chegar no topo da lista Hot 100 da Billboard desde 1987), curadoria para a trilha do filme “Jogos Vorazes” e um single original que rendeu uma indicação ao Globo de Ouro aos 18 anos, eleita pela revista TIME a adolescente mais influente do mundo em 2013, figurou na cobiçada lista “30 abaixo dos 30” da revista Forbes em 2014, foi headliner de grandes festivais, incluindo o Lollapalooza no Brasil e nos EUA, descrita como “a heroína do alt-rock” pela Billboard e considerada o “futuro da música” por (apenas) David Bowie, recebeu dois prêmios no Grammy Awards e dois no Brit Awards e lançou, no ano passado, seu segundo álbum, que entrou no topo de quase todas as listas de Melhores do Ano. E ela ainda nem completou 22 anos. Lorde volta ao país em seu melhor momento com a turnê de divulgação do aclamado disco Melodrama.






Participou da edição:

Popload Festival